skip to Main Content

Mais oito estações da rede GIRA em funcionamento a partir de segunda-feira em Lisboa

Passa a 110 o número de estações de bicicletas partilhadas GIRA a funcionar em Lisboa já esta segunda-feira, anunciou EMEL. Novas estações foram instaladas em Arroios e Santa Maria Maior.

A Rede de Bicicletas Partilhadas GIRA, de Lisboa, terá mais oito estações em funcionamento a partir de segunda-feira, anunciou este sábado a Empresa de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL).

Das oito estações, três situam-se na freguesia de Santa Maria Maior (Praça do Rossio; Rua dos Fanqueiros/Rua da Assunção; Rua do Comércio) e cinco na de Arroios (Rua António Pedro/Rua Pascoal de Melo; Jardim Constantino; Rua Frei Francisco Foreiro/Rua de Arroios; Av.Almirante Reis/Travessa do Maldonado; Rua Marques da Silva/Rua António Pedro), segundo a EMEL, num comunicado este sábado divulgado.

A empresa refere ainda que estas oito estações “correspondem a um acréscimo de 129 docas da GIRA, estando prevista a abertura de mais três estações, duas na freguesia dos Olivais (58 docas) e uma no Lumiar (33 docas), a partir da segunda semana de fevereiro”.

A EMEL sublinha que estas oito estações “vêm consolidar a ligação da Rede de Bicicletas Partilhadas na Baixa Pombalina e em Arroios, e permitir um melhor acesso à Frente Ribeirinha, dando assim continuidade ao trabalho que a Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento tem vindo a desenvolver para que Lisboa tenha uma mobilidade cada vez mais sustentável”.

Assim, a partir de segunda-feira, “Lisboa passa a ter 110 Estações GIRA em operação, que representam um total de cerca de 2.100 docas para bicicletas”.

“Atualmente, GIRAm na cidade mais de 1.000 bicicletas da Rede de Bicicletas Partilhadas de Lisboa”, lê-se no comunicado.

A abertura das oito estações, na segunda-feira, será assinalada como uma ação “que conta com a presença do vereador do Planeamento de Mobilidade da Câmara Municipal de Lisboa, Ângelo Pereira, e do presidente da EMEL, Luís Natal Marques, com ponto de partida na estação GIRA da Praça do Rossio, às 12:00”.

No verão foram instaladas cerca de 50 novas estações da rede de bicicletas partilhadas GIRA, cuja ativação se atrasou devido ao encerramento da empresa de fornecimento de energia.

A empresa municipal de Lisboa teve de abrir novo concurso público para encontrar um novo fornecedor: “O concurso já está concluído e já temos novo fornecedor de eletricidade”, referiu a EMEL no início deste mês, em resposta a questões da agência Lusa.

Nessa altura, a EMEL disse que existiam “já cerca de 50 novas estações instaladas, nomeadamente na Baixa, Campo de Ourique, Belém, São Domingos de Benfica, Benfica, Carnide, Telheiras, em processo de instalação de contador de eletricidade, para posterior conclusão: ligação de comunicações, testes, certificação final”.

Relativamente à expansão da rede, a empresa municipal tem dois contratos em execução para a instalação de 80 novas estações e está a ultimar a adjudicação de um terceiro contrato para mais 50 estações, perfazendo um total de 130 novas estações GIRA.

Back To Top
Language